02/10/2016 15:52:00
Quem não respeita a lei tem moral para legislar?



Por mais que o Ministério Público tenha feito uma recomendação para que candidatos e seus assessores evitassem o costumeiro derrame de santinhos nas ruas de Guarapuava, há quem insiste nessa prática arcaica.

Nas imediações das escolas que sediam seções eleitorais a propaganda jogada nas ruas desperta a ira do eleitor. No Colégio Ana Vanda Bassara, onde fui exercer o meu dever de cidadã, a “sujeira” despertou comentários de populares e acabou depondo contra os próprios candidatos, autores da desobediência eleitoral.

Será que essas pessoas não perceberam que o sistema eleitoral brasileiro está mudando e que os eleitores também já não são mais os mesmos? Tudo bem que ainda existem vícios crassos que teimam em permanecer, mas vamos torcer para que a evolução política que ora engatinha – é verdade – deslanche e já daqui a dois anos a realidade já seja um pouco melhor. Em 2018 voltaremos às urnas para escolher deputados estaduais e federais, senadores e governadores, além do presidente da República.

Mas até lá fica uma sugestão para o juiz eleitoral Bernardo Fazolo, da Comarca de Guarapuava. Na mineira Botelho, a responsável  pelo Cartório Eleitoral contatou os candidatos que sujaram as ruas e deu o prazo de uma hora e meia  para que limpassem as ruas, antes do início da votação. Leia AQUI.

Outro ponto. Se há candidatos não respeitam sequer a legislação que moral terão para legislar? Fica a reflexão!

Sobre o Blog

Cristina Esteche é jornalista, publicitária e fundadora da Rede Sul de Notícias.