09/04/2017 15:30:00

REENCONTRO
'Dos qualé que você é?' reúne amigos das gincanas do Guaíra
Geração foi marcada por fatos históricos e solidariedade


Amigos se reencontram em festa (Foto: Ana Paula Ribeiro)


Cristina Esteche

Guarapuava - "Dos qualé que você é"? O termo tipicamente guarapuavano serviu para trazer à atualidade a memória dos anos 80. O Senadinho, agora repaginado, foi o ponto de encontro de uma geração que agitou Guarapuava com as gincanas do Guaíra Country Club, protagonizada pelos jovens que eram considerados a elite da cidade. Organizado pela médica pediatra Ana Paula Ribeiro, pela empresária Isabel Pupo, pelo ex-prefeito Cesar Franco, Patrícia Lustosa e Marcelo Borazo, o evento, que aconteceu na noite de ontem sábado (08), foi marcado por emoção e lembrança do período entre 83 e 87.

“Éramos todos amigos, mas na gincana nos dividíamos em duas equipes. A minha era o Funil, a do Cesar [Franco), a Marmelada”, relembra Ana Paula.

“Foi uma época das nossas vidas. Todo mundo ficou marcado pelo período da juventude e temos recordações muito boas desse tempo. São amizades para toda a vida. Algumas pessoas já morreram”, diz Cesar Franco, que presidia o Guairinha, ala jovem do então “aristocrático”, como o Guaíra era denominado na época.

Era uma época recheada de fatos e simbolismos históricos. O Brasil vivenciava o processo da abertura política e o início do fim da ditadura militar. Os jovens ansiavam pela explosão de liberdades e vivia a última década antes do boom tecnológico que culminaria na era dos computadores e da internet, nos anos 90.

“A nossa turma era composta por pessoas que estudavam no Colégio Belém e frequentava o Guairinha. Eu tinha 13 anos. Era uma turma que viveu uma juventude bacana, sadia, e que estão produzindo, ainda”, comenta Viviane Siqueira Ribas.

Permeada pelas músicas do Legião Urbana, Cazuza, Paralamas do Sucesso, Blitz, Titãs, RPM, Kid Abelha e para os mais românticos, Jane e Erondi, a geração que inventou estilos, criou tendências, lançou novos clássicos, e ficou extasiada com o saque Jornada nas Estrelas de Bernard no vôlei, também foi solidária.

“Lembro que houve uma enchente que atingiu União da Vitória e a primeira gincana foi para arrecadar alimentos e roupas”, diz Ana Paula.

“Eu era o presidente do Guairinha nesse tempo e a gincana tinha muitas atividades como bailes, festas, e a gincana arrecadava alimentos, envolvendo nossas famílias, a comunidade. Tinha um questão cultural muito forte”, diz Cesar Franco.

Os encontros que vinham acontecendo somente entre as meninas, ganhou uma nova dimensão incluindo os meninos e não apenas aqueles que participavam das gincanas, mas amigos, irmãos e aqueles que viveram, indiretamente, aqueles anos de festa e da boatinha do Guaíra.

“É um pessoal saudosista e desprendido de qualquer interesse. Quem foi é porque estava com saudade dos amigos mesmo”, diz Ana Paula, Segundo ela, não importa dos qual é que você é? “Somos todos um só! Essa é a mensagem. E a troca nosso encontro foi a emoção e o coração leve”.

COMENTÁRIOS