11/04/2017 09:28:00

RECONHECIMENTO
Pesca Esportiva deve entrar no calendário oficial de eventos turísticos do PR
Projeto é da deputada estadual Cristina Silvestri


Cristina Silvestri em reunião na Secretaria de Esportes e Turismo (Foto: Divulgação)


Da Redação

Curitiba - A deputada Cristina Silvestri participou de uma reunião da Secretaria de Estado de Esporte e Turismo para discutir a viabilização de um Projeto de Lei de sua autoria que insere no Calendário Oficial de Eventos Turísticos do Paraná, o Campeonato Paranaense de Pesca Esportiva. Foi na segunda (10).

Segundo o PL, serão acionados os órgãos competentes, bem como as diversas associações espalhadas pelo Estado nesta área, para que na primeira quinzena de maio, em uma nova reunião, sejam definidos um comitê estadual e comissões afins para dar prosseguimento ao início do projeto.

O Paraná foi o criador da Pesca Esportiva e, vem se tornando referência, sendo procurado por outros Estados, que contratam nossos árbitros e também utilizam nosso regulamento.

Estiveram presentes à reunião, o secretário de Esporte e Turismo Douglas Fabrício, o deputado Guto Silva, Manoel Jacó Garcia Gimenes (diretor presidente do Paraná Turismo), Marcos Schemberger (chefe da Regional do Esporte de Curitiba), Paulo Mosimann (assessor da Paraná Turismo), Hélio Zanella (diretor da Associação Paranaense de Pesca Esportiva), João Carlos Garcia (diretor da Associação Paranaense de Pesca Esportiva) e Edson Andrade, chefe da Regional de Esporte de Guarapuava.

PROJETO

"Desenvolvemos junto com o chefe da Regional do Esporte e do Turismo de Guarapuava, Edson Pereira de Andrade, um Projeto criando o Campeonato Regional Aberto de Pesca Esportiva na região do Rio Iguaçu. Devido a repercussão e interesses de vários municípios em participar, resolvemos entrar com um projeto de Lei para inserir o evento em todas as regiões do Paraná", disse Cristina.

A deputada ainda ressalta que instituir o Campeonato Paranaense de Pesca Esportiva no Calendário Turístico do Estado é muito importante para divulgar o potencial turístico dos municípios em todo o território paranaense, além de criar uma nova cultura para a população ribeirinha - uma limpa fonte de renda - com a capacitação dessa população no manejo e, principalmente na proteção de espécies hoje consideradas em extinção, devido à pesca predatória.

A Pesca Esportiva é responsável por gerar um lucro ainda maior que o próprio extrativismo, e como as atividades são interligadas: locação de barcos; contratação de guias; compra de iscas; combustível e material de consumo, um acaba ajudando o outro. "É um benefício em rede, a renda de um gera renda para o outro. O potencial turístico de nosso estado é rico em rios e nascentes proporciona eventos dessa natureza”, disse a deputada.

 

 

 

 

 

COMENTÁRIOS