13/11/2017 13:00:00

PRÉ-CANDIDATURA
Saída de Rangel do PPS consolida nome de Cesar Filho no partido
Ademar Traiano anunciou filiação do prefeito de Ponta Grossa no PSDB


Cesar Silvestri Filho (Foto: PPS/PR)


Cristina Esteche

Guarapuava - O atual vice-presidente do PSDB no Paraná, deputado estadual Ademar Traiano, anunciou a filiação do prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel nesse partido. A informação provocou aplausos durante a convenção estadual que reconduziu o governador Beto Richa à presidência do “tucanato” paranaense no último final de semana, em Curitiba.

De acordo com Traiano, Rangel quer oficializar a troca de partido com ato político em Ponta Grossa. “Quero dar uma notícia muito otimista para o nosso partido. Estamos para filiar um prefeito de uma das maiores cidades do Paraná muito em breve. Já conversou, inclusive, com o governador Beto Richa e com o nosso candidato a presidente da República, Geraldo Alckmin [governador de São Paulo]. Ele quer fazer a filiação na sua cidade, Ponta Grossa”.

Wilson Quintero, entre outros, também alçou voos para o “ninho tucano” com ficha abonada pelo governador.

A saída de Marcelo Rangel do PPS coloca um ponto final nas prévias anunciadas pelo partido para a escolha do candidato à sucessão palaciana em 2018. Quem sai ganhando é o prefeito de Guarapuava, Cesar Silvestri Filho que, embora já fosse considerado o escolhido do partido, agora consolida a sua pré-candidatura ao Governo em 2018. Marcelo Rangel também se colocava na disputa interna. A RSN tentou uma entrevista com Rangel, mas o prefeito encontra-se em Curitiba, nesta segunda (13), segundo informações da sua assessoria de gabinete.

O PPS realiza encontro estadual no próximo dia 28 e o nome de Cesar Filho deverá ser homologado.

A construção da candidatura do prefeito guarapuavano começou lá atrás quando foi eleito deputado estadual e, posteriormente, prefeito de Guarapuava, reeleito para o mandato que hoje ocupa.

Em nível nacional, o PPS tenta atrair o comunicador Luciano Huck que é pré-candidato à presidência da República. Uma reunião entre o global e Roberto Freire, líder nacional do PPS, aconteceu nesse final de semana em Brasília.

 

COMENTÁRIOS