18/04/2017 11:21:00

PALAVRAS
As manhãs chegarão



Ainda devemos e precisamos continuar acreditando que as manhãs chegarão com seus perfumes de paz e raios de esperança, pois se assim não for de que terá valido nossa passagem esparramando palavras que confortam os corações angustiados e as almas que anseiam a calma dos dias de outono.

Ainda devemos e necessitamos acreditar nos homens que caminham pelas estradas erradas, pelos caminhos que ao fim vão dar em nada, pois é com as mãos cheias de esperança que  persistimos dia após dia em achar a saída para suas mentes atrofiadas e seus corações transpassados de dor.

Ainda devemos e temos a esperança de confiar no dias que sucedem o ontem, no sol que chega encortinando a noite de medo, na chuva que vem pra lavar nossas mágoas e fazer brotar vida nova no chão, pois é na manhã de esperança que depositamos nossos desejos mais puros e profundos de um mundo em paz.

Vamos, pois, todos juntos desfraldando bem alto a flâmula que encoraja a luta, a qual só quer ofertar aos homens toda  a esperança que houver nas dobras da manhã que vem chegando com seus raios de luz e mensagens de amor fraternal.

COMENTÁRIOS



Sobre o Autor

Mauro Biazi, jornalista, escritor e fotógrafo. Autor de 14 livros, entre textos/poesias/biografia/crônicas/imagens. Contribui com sua modesta escrita desejando despertar o leitor sobre temas que falam de perto a todos: vida, amizade, natureza, gratidão, amor, planeta, realidade...





Veja Mais