19/04/2017 15:10:00

JUSTIÇA
Curso vai formar garotas traficadas em advogadas


School of Justice


Infelizmente o alto nível de tráfico de pessoas para fins sexuais, acaba com os planos de vida de milhares de mulheres na Índia. Nenhum outro país no mundo tem tantas vítimas de tráfico sexual. 

Uma parceria feita entre o Free a Girl Moviment (“Movimento Liberte Uma Garota”) e uma das melhores faculdades de direito indianas deu origem à School For Justice (Escola Pela Justiça). Seu diferencial é o curso especial para 19 mulheres que conseguiram escapar da exploração sexual.

Lata, uma das mulheres, nasceu num vilarejo na região violenta de Kultali e parou de estudar aos 16 anos. Ela se casou com um homem que a vendeu para um bordel depois de 2 meses de casados. “Virar advogada é meu sonho, e fazer justiça a quem forçar crianças a se prostituírem é meu objetivo”, diz a mulher.

A primeira turma da School For Justice começou no último dia 06 de abril. Essas mulheres, com idades entre 19 e 26 anos, devem se formar até 2023. A formação, com foco na exploração sexual, pode ser fundamental para aumentar o número de condenações pelo crime. Lamentavelmente, cerca de 45% dos casos que chegam aos tribunais indianos não terminam em condenação, e a falta de advogados especializados é um dos grandes motivos. A ideia para o curso surgiu na agência de publicidade J. Walter Thompson Amsterdam, durante uma campanha para o Free a Girl. Bas Korsten, um dos fundadores do projeto, garante que ele será mantido por muito tempo, divulgando que eles planejam trazê-lo ao Brasil em um futuro próximo.

Ideia genial.

(Fonte: Muita Brisa)

COMENTÁRIOS